Leonardo Ramos

Se você pensa em financiar um imóvel, já deve ter ouvido falar sobre a importância do seu Score. Nesse momento um score positivo pode ser um fator decisivo, na aprovação de pedido de empréstimo ou financiamentos. Um score positivo é uma sinalização de bom comportamento financeiro. Com ele, os bancos têm mais confiança em conceder crédito.

Mas afinal, o que é Score de Crédito?

Perfil financeiro. Em tradução para o português, score quer dizer “pontuação” – e é exatamente essa a sua definição. A pontuação varia entre 0 e 1000 e é uma forma de avaliar o seu perfil financeiro, com base no seu histórico de pagamentos e em outros diversos fatores. Empresas e instituições financeiras podem consultar esses pontos antes de aprovar um pedido de crédito para um consumidor.

Crédito aprovado. O resultado do cálculo indica quão confiável você é com as finanças. Quanto mais perto de mil for o resultado da sua pontuação, maiores são as chances de você ter uma linha de crédito aprovada. Porém, quanto menor for a sua pontuação, o sistema entende que há mais possibilidade de atraso nas contas, o que reduz o nível de confiança e diminui as chances de ter um pedido aprovado.

Obrigações financeiras. O cálculo é um reflexo do seu relacionamento com o mercado, e vários critérios que podem influenciar nessa conta. O primeiro passo para manter uma boa pontuação é fazer o pagamento das contas em dia. Isso porque a dinâmica do sistema é auto sustentável: quanto mais você cumprir com as suas obrigações financeiras, mais confiança você ganha para negociações futuras.

Aumentar a pontuação. Se o consumidor tem até 300 pontos, quer dizer que o risco de ele deixar de pagar uma conta é alto. Mas, se esse é o seu caso, não se desespere. Existem práticas que ajudam a melhorar essa reputação. Saiba mais sobre como o score de crédito funciona, como aumentar a pontuação e a sua importância para o mercado no episódio de hoje do Semanada clicando aqui.

Score alto não é garantia de aprovação.

Vale ressaltar: segundo a gerente executiva do Serasa Score, Amanda Castro, mesmo com score alto, não há uma garantia de que o consumidor terá o crédito liberado. Na verdade, ele funciona como um termômetro que ajuda a indicar uma maior ou menor probabilidade.

Apesar de ter um peso grande, essa não é a única classificação usada pelas empresas e instituições financeiras. Uma pessoa pode ter um score excelente, por exemplo, mas se ela tiver um salário de R$ 3 mil por mês e pedir um financiamento com parcelas mensais de R$ 2 mil, o risco de inadimplência seria muito alto, por isso a nota do score não é o único critério que conta para aprovar.

Fonte: Nu Bank

Leonardo Ramos

é corretor de imóveis e especialista em marketing digital. Atua como Head de Marketing & Customer Success na Imobiliária Biguaçu