Leonardo Ramos

Talvez você nunca tenha se perguntado sobre as diferenças entre as casas e apartamentos residenciais e os termos usados para divulgar cada um. A forma como foram pensados e a finalidade para atender seus moradores ajudam a identificar cada um deles. 

Há diversos tipos de propriedades residenciais no Brasil e cada uma delas tem o seu estilo, a principal divisão é feita entre: casa ou apartamento. Quando falamos de casas, há opções térreas que dispõem de todos os cômodos em um único andar (com ou sem divisões entre os ambientes) e as que distribuem salas de estar e jantar com cozinha em um piso e quartos em outro. Os apartamentos também possuem divisões de acordo com o seu tamanho e quantidade de cômodos e dentro dessas categorias, há subdivisões que costumam ser classificadas de acordo com o tipo de construção, detalhes da planta e categoria da propriedade.

Vamos te mostrar abaixo as diferenças entre os nove tipos de moradias mais comuns e explicar suas diferenças. Leia a seguir:

Os tipos de imóveis residenciais

1 – Casa Geminada

Casas geminadas são propriedades ligadas estruturalmente umas às outras, onde o espaço total do terreno é dividido de forma igual.

Possuem a mesma estrutura visual e dividem o mesmo telhado. Esse tipo de construção é mais comum em condomínios de casas.

2 – Sobrado

O termo sobrado classifica toda e qualquer casa caracterizada por dois ou mais andares, sejam elas residenciais ou comerciais.

3 – Bangalô

Os bangalôs são casas térreas, de apenas um piso e que podem ter uma pequena varanda. Esse tipo de construção é bastante comum na América do Norte.

4 – Edícula

Edículas são casas pequenas localizadas no fundo de um terreno.

Geralmente possuem apenas um dormitório, sala, banheiro e cozinha. Podem também contar com uma garagem e área externa de serviço.

5 – Apartamento

Os apartamentos são unidades onde vivem indivíduos ou famílias em residências separadas em estrutura vertical.

Podem conter 1, 2, 3 ou mais dormitórios com ou sem suíte, banheiro, cozinha e, não obrigatoriamente, vagas de garagem.

6 – Kitnet

As kitnets são imóveis de metragem pequena. Normalmente são caracterizadas por um cômodo, que abriga quarto e cozinha, além de um banheiro à parte.

São imóveis localizados em prédios mais antigos, erguidos principalmente no período entre os anos de 1950 e 1970.

Alguns imóveis desse tipo podem contar com espaços extras, como uma pequena área de serviço, por exemplo.

7 – Flat

Flats são apartamentos residenciais que dispõem de serviços de comodidade, muitas vezes similares a um hotel – como, por exemplo, lavanderia e limpeza diária.

Os valores desses serviços costumam ser mais baixos que na hotelaria convencional.

8 – Loft

Lofts são unidades sem divisórias (verticais ou horizontais) entre os cômodos e têm inspiração nos galpões e armazéns americanos dos anos 70.

9 – Studio

Os studios possuem apenas dois cômodos, um quarto-sala-cozinha e mais um banheiro. Mais baratos, menores e geralmente localizados em regiões centrais, eles se tornaram tendência nas grandes cidades.

Fonte: Imoveis.estadao

Leonardo Ramos

é corretor de imóveis e especialista em marketing digital. Atua como Head de Marketing & Customer Success na Imobiliária Biguaçu