Leonardo Ramos

Uma realidade do mercado imobiliário é que cada vez mais pessoas optam pela segurança dos apartamentos, com isso os pets passaram a fazer parte da vida em condomínio. Porém, se você tem um animal de estimação, precisa ter cuidados especiais não esquecendo do bem-estar dele.
Pensando nisso, separamos algumas dicas para que o seu pet consiga se adaptar ao espaço reduzido sem sofrimento e stress. Continue a leitura:

Pense sempre em um animal de estimação ideal para apartamentos.
Gatos adaptam-se melhor a espaços pequenos, mas pedem cuidados com higiene e local para tomar sol. Já os cães, precisam de companhia e tem a necessidade de sair do apartamento para ter contato com outros ambientes, outros cheiros e outros cães. Cachorros grandes em especial precisam de espaço para gastar energia.

Estabeleça limites.
Escolha um espaço como a área de serviço, varanda ou banheiro para ensinar seu animalzinho a fazer suas necessidades. Você pode usar jornal, tapetes higiênicos ou caixas de areia no caso dos gatos. Se o seu bichinho só faz necessidades fora do apartamento, separe um tempo para passear com ele em diferentes horários.

Cuide da limpeza dos espaços que seu pet vai dormir.
Casinhas, caminhas e colchões devem ser higienizados periodicamente, para garantir a saúde dos pets e da família.

Lembre-se: animais não podem viver trancados em apartamentos.

Eles ficam estressados, sentem-se sozinhos, podem apresentar imunidade baixa e passar a comer objetos e roupas ou fazer necessidades fora do local de costume. Além disso a falta de espaço e de atividades tornam os animais sedentários, o que contribui para a obesidade e doenças de sobrepeso.

Em nosso site os imóveis que aceitam pets estão identificados com a sigla pet friendly, confere lá!

Curtiu as dicas? Acompanhe sempre as melhores dicas e conteúdos, aqui no nosso blog.

Leonardo Ramos

é corretor de imóveis e especialista em marketing digital. Atua como Head de Marketing & Customer Success na Imobiliária Biguaçu